Entendendo e Vivendo

  Então os filhos de Israel clamaram ao SENHOR, e o SENHOR lhes levantou um libertador, a Eúde, filho de Gera, filho de Jemim, homem canhoto. E os filhos de Israel enviaram pela sua mão um presente a Eglom, rei dos moabitas.    

Juízes 3:15 

  Estes, pois, ficaram, para por eles provar a Israel, para saber se dariam ouvido aos mandamentos do SENHOR, que ele tinha ordenado a seus pais, pelo ministério de Moisés.    

Juízes 3:4 

A lição de hoje traz um ponto fundamental do evangelho, a importância do discipulado dentro da família. Assim como muitos irmãos em Cristo, eu não nasci em um berço cristão. Aceitei a Cristo aos vinte e seis anos juntamente com minha esposa. Nosso filho teve o privilégio de nascer em um berço cristão, mas só isso não basta. Neste estudo vamos ver a importância de discipular nossa casa e deixar em evidência o temor ao Senhor e as obras d’Ele realizadas a nosso favor. Ao contrário de Moisés, Josué não havia preparado um sucessor que ficasse em evidência. Assim, ao falecer, a nação ficou sem um governo central forte e sem um chefe de Estado que representasse o governo divino. E uma nova geração se levantou, quebrando a aliança com Deus. 

  E levantou o SENHOR juízes, que os livraram da mão dos que os despojaram.    

Juízes 2:16 

  E SUCEDEU, depois da morte de Josué, que os filhos de Israel perguntaram ao SENHOR, dizendo: Quem dentre nós primeiro subirá aos cananeus, para pelejar contra eles? E disse o SENHOR: Judá subirá; eis que entreguei esta terra na sua mão.    

Juízes 1:1-2