Ouvindo, pois, a mulher de Urias que seu marido era morto, lamentou a seu senhor. E, passado o luto, enviou Davi, e a recolheu em sua casa, e lhe foi por mulher, e deu-lhe à luz um filho. Porém esta coisa que Davi fez pareceu mal aos olhos do SENHOR.    

2 Samuel 11:26-27 

INTRODUÇÃO

   É muito comum as pessoas olharem para a vida de Davi e se impressionarem com o que a Bíblia diz a respeito desse homem. Vemos que o Senhor Deus Se agradou muito dele. Pois de um simples pastor de ovelhas, passou a ser o maior rei que o povo de Israel já teve e o mais famoso de todos. Ele chegou a receber o titulo de “...o homem segundo o coração de Deus...” (Atos dos Apóstolos 13:22 e 1 Samuel 13:14). Além disso, ele é autor de muitos salmos da Bíblia, se torna um adorador extravagante, é vencedor de várias guerras, leva o povo a adorar ao Senhor Deus e até faz parte da genealogia de Jesus. Enfim, um grande homem que foi poderosamente usado nas mãos de Deus e por isso é tão admirado. No entanto, ele era um homem assim como nós, falho e pecador, por isso teve seus momentos de tentação, não soube vigiar, acabou pecando contra Deus e por último sofreu as consequências de seu pecado. Hoje iremos estudar essa fase escura de Davi e aprendermos como isso se sucede, quais as consequências e como podemos evitar passar por esse caminho.

 

O PECADO COMETIDO

    Quando lemos o capítulo todo de 2 Samuel 11 percebemos uma série de situações que fizeram com que Davi se afundasse cada vez mais em seu pecado. Nos primeiros versos desse capítulo, vemos que o seu exército sai para guerra e ele fica em Jerusalém. No verso 1 “...no tempo em que os reis costumam sair para a guerra...” “...Davi ficou em Jerusalém.”. Nota-se que isso não é um pecado, pois isso era um costume e não uma obrigação. No entanto por ter ficado em casa, ficou ocioso, como se percebe no verso 2 “Uma tarde, Davi se levantou do seu leito e andava passeando no terraço do palácio real...” Uma pessoa que se levanta da sua cama no período da tarde e fica passeando é porque está ociosa. Isso é algo preocupante, pois o ócio é uma porta aberta para a tentação.

   E, de fato a tentação chega a Davi quando nesse mesmo verso: “...Dali viu uma mulher que estava tomando banho; ela era muito bonita...” ele vê essa situação e resolve continuar olhando para o que estava acontecendo. O problema aqui não foi ele ter visto a mulher tomando banho, pois ela poderia estar em algum lugar não privativo que desse margem para que alguém pudesse ver, e isso não seria culpa de Davi, mas sim dela. No entanto, o fato dele ter continuado olhando esse banho, isso sim foi errado. Ele poderia ter visto, desviado o olhar e ir fazer outra coisa. Mas não, ele preferiu continuar vendo e ainda pergunta a seus funcionários dados sobre ela. Nesse momento ele cai na tentação da sensualidade e se deixa levar por isso. E, por ter caído no convite da sensualidade, no verso 4 ele manda seus funcionários buscá-la e já consuma o ato do adultério.

   O pecado da sensualidade seduziu o grande rei Davi que, por ele ter caído na tentação, acabou adulterando. Para piorar a situação, a mulher fica grávida. Então, ele tenta enganar o marido dela, chamando-o de volta da batalha e mandando-o ir para casa (verso 7 ao 13) para que ele pudesse ficar com sua esposa e assim, quando o filho nascesse, diriam que o filho era de Urias e nem pensariam que poderia ser de Davi. Mas o plano não deu certo, Urias não volta para casa. Então, Davi muda o plano, ele manda uma carta ao general do exército, pelas mãos do próprio Urias, escrevendo “...Ponham Urias na linha de frente, onde o combate for mais intenso. Depois deixem-no sozinho, para que seja ferido e morra.” (verso 15). Depois disso, finalmente, o plano de Davi dá certo e este homem morre na guerra, por isso, Davi manda chamar a esposa dele e se casa com ela. Nessa história vemos o pecado da cobiça, adultério, manipulação e homicídio. No entanto, todos esses pecados foram decorrentes de algo mais implícito, a sensualidade.

   A sensualidade é um dos pecados mais cruéis, ela tem acabado com a moral desde o início da humanidade, em toda história vemos as pessoas sendo seduzidas pela sensualidade e depois pagam um alto preço por ter caído nessa tentação. Normalmente não identificamos esse pecado logo de início, ele é muito sutil, pois os outros pecados ficam mais evidentes nas pessoas. Voltando para o rei Davi, fica nítido o adultério e o homicídio, mas o que o levou a cometer esses pecados? Se ele não tivesse aberto porta para a sensualidade, ele teria visto a mulher tomando banho, virado as costas e ido fazer outra coisa.

   Conseguimos ver esse pecado em outros personagens na Bíblia que também são muito famosos, como por exemplo, Sansão. Ele tinha uma promessa de ser o libertador do povo de Israel das mãos de seus inimigos, pois o anjo disse a sua mãe: “... O menino será nazireu consagrado a Deus desde o ventre de sua mãe, e ele começará a livrar Israel do poder dos filisteus” (Juízes 13:5). Mas, desde o início, ele se deixou levar pela sensualidade, pois ao invés de lutar contra o povo inimigo, ele se envolvia com as mulheres desse povo, “...Vi uma mulher em Timna, das filhas dos filisteus, e agora gostaria que a buscassem para ser a minha esposa” (Jz14:2), além disso, ele se deita com prostitutas em Juízes 16:1 e se apaixona por Dalila em Juízes 16:4. Por isso, aquele que era para ser um grande libertador, se tornou escravo e motivo de zombaria em Juízes 16:21-26.

   A sensualidade tem desolado a vida das pessoas de várias formas. Às vezes, pode-se pensar que esse pecado encontra-se somente entre jovens e adolescentes. No entanto, esse pensamento está totalmente equivocado. Pois, se isso fosse verdade, qual seria o motivo de tanta traição entre os casados? Qual o motivo de tantos divórcios? E, finalmente, será que a pornografia é vista somente por jovens e adolescentes? A resposta é óbvia que não! Pois isso atinge todas as idades e todos os sexos, porque a sensualidade seduz a todos e destrói a todos. Mesmo no meio cristão, temos visto tantos escândalos, tantos abusos, tantas traições, tantos lares destruídos. Já entre os solteiros, pureza e virgindade é quase uma palavra inexistente no vocabulário deles.

   Antes de Jesus, os judeus olhavam para os 10 mandamentos e tentavam segui-los da melhor forma possível. Quando os judeus liam Êxodo 20:14 “Não cometa adultério”, eles entendiam que se não cometessem o ato em si, eles estavam obedecendo esse mandamento, mas aí vem Jesus e diz “Vocês ouviram o que foi dito: Não cometa adultério. Eu, porém, lhes digo: todo o que olhar para uma mulher com intenção impura, já cometeu adultério com ela no seu coração” (Mateus 5:27-28). Nesta situação, Jesus deixa claro que não precisa praticar o ato em si, se imaginamos em nossas mentes, já é o suficiente para cair na tentação da sensualidade e pecar contra o Senhor Deus.

 

QUAIS AS CAUSAS PARA SE COMETER ESTE TIPO DE PECADO?

    Analisando o cenário descrito no item acima, olhando toda a história que conhecemos e a nossa realidade hoje, percebemos que, mesmo com toda a modernidade e avanço da tecnologia, nós temos as mesmas necessidades físicas e emocionais independentemente de qual era estamos vivendo e qual condição financeira temos. Ou seja, um bebê sempre necessitou de leite materno e afeto dos pais independente de sua condição financeira e de qual era viveu na história, o mesmo acontece com nossa necessidade de amor, atenção, respeito, alimentação, higiene pessoal e tantas outras coisas que precisamos para viver de forma digna. Tudo isso independe de posses e de qual momento da História essa pessoa esteja vivendo. Portanto o inimigo de nossas almas, sabendo disso, sempre cria situações que alimentem nosso apetite sexual de forma pervertida e, depois disso, cria oportunidades para que caiamos na tentação da sensualidade.

   Voltemos para o rei Davi, percebemos que ele não se atentou muito para o que Deus disse em Gênesis 2:24 “Por isso, o homem deixa pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”, pois em 2 Samuel 3:2 a 5 percebemos que ele tinha 6 mulheres, não sendo suficiente, em 2 Samuel 4:13 ele toma para si mais algumas mulheres. E, como se não bastasse todas essas mulheres, ele vê Bate-Seba tomando banho e ainda a quer para si. Por que será que ele teve esse comportamento? Todas essas mulheres não lhe eram suficiente? Bom, quando entramos pela porta que a sensualidade abre, nunca haverá limites, nem quantidade de pessoas e nem satisfação sexual que poderá ser alcançada. Sempre a pessoa vai querer mais e mais. No caso de Davi, isso fica nítido no seu comportamento com todas essas mulheres.

   As causas desse pecado fica claro que é a concupiscência da carne, ou seja, a vontade desenfreada ou incontrolada da carne para as questões sexuais. Quando a pessoa não consegue controlar seus impulsos e seu apetite, ela irá entrar pela porta da sensualidade e cometerá todos os pecados nela envolvidos, recebendo depois suas consequências.

   Uma vez, Martinho Lutero disse, “Não podemos impedir que os pássaros voem sobre nossas cabeças, mas podemos impedir que eles façam ninhos sobre elas”. Essa frase leva-nos a entender que a sensualidade irá colocar vários pensamentos voltados para essa área em nossas mentes, ela irá proporcionar várias situações para você ver ou ouvir alguma cena ou algo que abrirá uma porta para você entrar. E essas situações e pensamentos você não poderá impedi-los de vir sobre você. No entanto, você tem o poder de escolha se irá desviar o olhar, parar de ouvir algo ou até mesmo parar de continuar pensando sobre esse assunto. Ou, se você vai continuar vendo, ouvindo ou pensando sobre isso. E quando você decide pela segunda opção, você está deixando que esses pássaros façam ninhos na sua cabeça.

   Portanto, a causa do pecado da sensualidade é se deixar alimentar pelos pensamentos ilícitos e continuar vendo ou ouvindo situações que a sensualidade propõe para nós.

 

QUAIS AS SUAS CONSEQUÊNCIAS?

   Em relação à vida de Davi, vemos que, por ele ter caído no pecado da sensualidade, ele acaba por cair em vários outros pecados: ele cobiça a mulher, adultera com ela, ele manipula o seu marido para tentar encobrir seu erro, e depois que seu plano não deu certo, ele mata o marido quando manda Joabe deixá-lo na frente de batalha. Bem que a Bíblia diz no Salmos 42:8 “Um abismo chama outro abismo...”, pois, no caso de Davi, esse pecado desencadeou uma série de outros pecados. Por isso, ele pagou um preço alto: ele perdeu o filho em 2 Samuel 12:18. Depois disso, em 2 Samuel 12 uma de suas filhas, chamada Tamar, é abusada sexualmente pelo próprio irmão chamado Amnom. Por isso, o outro irmão, sabendo disso deseja matar Amnom pela atitude que ele teve. Já em 2 Samuel 16:22 um outro filho de Davi, chamado Absalão se deita com várias concubinas de seu pai em praça pública. Uma tragédia seguida de outra tragédia. Sua família é destruída aos poucos e vários escândalos aparecem no seu reinado.

   Isso não é diferente na vida de outras pessoas que aceitam entrar pela porta da sensualidade. Vejamos o caso de Sansão, ele se envolve com muitas mulheres e, ao invés de ser o libertador do povo de Israel contra seus inimigos, se torna prisioneiro destes mesmos inimigos, fica cego e vira um escravo trabalhando no moinho deles (Juízes 16:21). Ele nasceu com uma promessa fantástica, mas se vende para a sensualidade e perde tudo o que o Senhor Deus poderia fazer por intermédio dele. Mas, como Deus é muito misericordioso, e vendo a aflição de seu povo, usa Sansão em sua morte para livrar Seu povo dos filisteus (Juízes 16:30). 2. A sensualidade é assim, ela apresenta uma oportunidade ótima, uma situação super favorável e prazerosa, mas seu fim é roubar, matar e destruir sua vida. Assim como Jesus disse em João 10:10 “O inimigo veio senão para roubar, matar e destruir...”. Ela rouba sua Paz, sua integridade, sua moral e sua reputação, e destrói sua vida, sua família e tudo o que você tem, conforme está escrito em Provérbios 5:20-23 “Meu filho, por que você andaria cego atrás de uma estranha e abraçaria os seios de outra? Porque os caminhos do homem estão diante dos olhos do Senhor, e Ele considera todas as suas veredas. Quanto ao ímpio, as suas iniquidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido. Ele morrerá pela falta de disciplina, e, pelo excesso de sua loucura, sai cambaleando por aí”. Definitivamente, não vale a pena entrar pela porta que a sensualidade abre para nós. É um caminho que, pode até dar prazer por algumas horas, mas serão anos de choro e amargura que poderão não ter mais volta.

 

COMO É POSSÍVEL EVITÁ-LO?

   Como vimos anteriormente, Martinho Lutero diz que podemos impedir que os pássaros façam ninho em nossas cabeças. Por isso, pensamentos virão a nossa mente, mas cabe a nós decidirmos parar de pensar nessas coisas e voltarmos nossa mente para outro assunto. O apóstolo Paulo nos adverte em Filipenses 4:7-9,  “E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus. Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o pensamento de vocês. O que também aprenderam, receberam e ouviram de mim, e o que viram em mim, isso ponham em prática; e o Deus da paz estará com vocês”.

    Esse trecho da palavra de Deus deixa claro que a mente é o campo mais afetado e principal para esse pecado. Quanto mais alimentarmos nossa mente com as coisas do mundo como: filmes, novelas, programas e séries que esbanjam sensualidade, mais difícil será resistir a esse pecado. Ao mesmo tempo que, quanto mais buscarmos por pornografia na internet ou de outras formas, será impossível não cair nessa tentação. E é fato que pornografia está na cabeça de solteiros e casados, homens e mulheres, e quanto mais alimentarmos nossas mentes com isso, mais iremos sofrer as consequências da sensualidade em nossas vidas. Precisamos ter o temor do Senhor para conseguir trocar de tela quando algo do tipo aparecer em nossos televisores, ou computadores e celulares. Assim, com o espírito fortalecido, sempre vigiando e dependendo do Espírito Santo, será mais fácil vencer a tentação.

 

APLICAÇÃO

   No nosso dia a dia, estamos olhando para todos os lados. Pelas ruas, vemos pessoas de todos os tipos e muitas chamam nossa atenção de forma sensual. Além disso, a televisão ou internet tem nos oferecido diversas oportunidades para cair nesse pecado. O problema não está nas redes sociais, na mídia ou nas pessoas que vemos pela ruas, mas sim em nossa mente. O que iremos fazer com essas informações é que pode ser um grande problema. Jesus, o Mestre dos mestres, uma vez nos advertiu dizendo “Vigiem e orem, para que não caiam em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca” (Mateus 26:41). Nossa carne é fraca e pende para o mal, pende para cair em todas as tentações possíveis. Por isso precisamos sempre orar e ficarmos alertas para que não venhamos deixar os pensamentos criar ninho em nossas cabeças e assim vir a entrar pela porta da sensualidade.

 

CONCLUSÃO

   Vivemos numa sociedade totalmente pervertida, onde tudo é lícito e o foco da vida das pessoas é sentir o máximo de prazer que a pessoa possa conseguir. Por isso a sensualidade tem tido toda liberdade para atuar em todas as áreas da sociedade atual, sem distinção de situação financeira, sexo, idade, raça e religião. Nessas religiões nos incluímos, os protestantes que temos caído nesse pecado e provocado escândalos expressivos que massacram o Cristianismo verdadeiro. Por isso, essa sociedade sofre com o maior índice de divórcio que já existiu em todos os tempos. Sofre por ter famílias destruídas, crianças abusadas e adolescentes com atividade sexual precoce, todos pervertidos e escravos desse pecado. A Igreja do Senhor Jesus precisa acordar para essa situação e mostrar o que é ser Cristão de verdade. A Igreja precisa colocar a visão de Reino nas mentes e corações dos humanos. Assim, as pessoas deixarão de se alimentar das coisas da carne e se encherão do Espírito, o que as tornarão fortes para vencer a sensualidade e, consequentemente, cumprirão a vontade do Senhor Deus para a vida delas aqui nessa Terra. 

 

QUESTÕES PARA DISCUSSÃO EM CLASSE

1. Se em Gênesis o Senhor Deus cria o casamento monogâmico, por que vemos tanta poligamia no Antigo Testamento, mesmo no povo de Israel?

R.

2. Cite as formas que a sensualidade tem conseguido derrubar a integridade dos cristãos dos nossos dias.

R.

3. Cite atividades que podemos tomar para que possamos alimentar mais o espírito e enfraquecermos nossa carne.

R.
 

Artigos Relacionados

O pecado de Jonas, domingo
  Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a...
O pecado de Davi, sábado
  Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele...
O pecado de Davi, quinta-feira
  Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o...
A origem do pecado, terça-feira
  Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele...