Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.

Gálatas 1:10 

Extraímos do livro “Princípios da Gestão Eficaz”, do Dr. Micheael A. Zigarelli, a seguinte orientação: “Cristãos sofrem uma tensão contínua no trabalho. Dia após dia, hora após hora, decisão após decisão, temos de escolher entre fazer as coisas do modo do mundo ou à maneira de Deus.” Com o patrimônio da Igreja não é diferente. Vivencia-se certa tensão, pois precisamos assumir posições e atitudes corretas, que se harmonizem com as leis regentes no país, mas também e principalmente que estejam de acordo com a vontade de Deus. Não podemos colocar nossos interesses próprios à frente de tudo. Em suma, devemos administrar, gerenciar e, enfim, cuidar desses bens de modo diligente, sabendo que somos apenas mordomos, pois tudo pertence ao Senhor.

Artigos Relacionados

Mantendo a casa do Pai asseada e em ordem (zeladoria), terça-feira
E os filhos de Gérson terão a seu cargo, na tenda da congregação, o tabernáculo, a tenda, a sua coberta, e o véu da porta da tenda da congrega...
O mordomo das coisas que pertencem a Deus (uma reflexão sobre o patrimônio da igreja)
E tomou o SENHOR Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. Gênesis 2:15  INTRODUÇÃO    Existem líderes,...
O mordomo das coisas que pertencem a Deus (uma reflexão sobre o patrimônio da igreja), sábado
Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos. 1 Coríntios 14:33  Inegavelmente, o texto acima foi...
O mordomo das coisas que pertencem a Deus (uma reflexão sobre o patrimônio da igreja), sábado
Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos. 1 Coríntios 14:33  Inegavelmente, o texto acima foi...