Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.    

João 4:24

Definitivamente, a adoração não é algo que se faça na carne, apesar de estarmos vivendo na carne. Posto que somos criação do Pai, Ele nos fez de matéria natural (barro), entretanto, criados com Sua própria essência eterna; Ele soprou em nós o fôlego de vida e o nosso homem interior, ou seja, nosso espírito, é naturalmente vindo de Deus. Ao adorarmos a esse Deus grandioso em espírito e em verdade, damos-lhe aquilo que o Senhor espera de nós e mesmo que ainda de maneira obscura, visto que ainda somos cidadãos da terra, podemos vislumbrar a natureza Divina espiritual quando nos colocamos em plena comunhão com Seu Espírito.

Artigos Relacionados

A unidade da Palavra, segunda-feira
  6 Pela palavra do SENHOR foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo espírito da sua boca. 7 Ele ajunta as águas do mar como num...
Como o mundo vê a Palavra, segunda-feira
  E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.     Mateus 6:7 A...
O manual de Deus O manual de Deus
  Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança...
O manual de Deus, sábado
  Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o...