Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.    

Hebreus 4:15

sumo sacerdote, quando ainda existia o templo, adentrava uma vez por ano no lugar santíssimo e, antes de oferecer os sacrifícios pelos pecados do povo, ele primeiro oferecia sacrifícios pelos seus próprios pecados, pois era um homem como qualquer outro, também sujeito a fraquezas. Mas o Filho de Deus não tinha uma natureza pecaminosa, embora estivesse sujeito a tentações, justamente por estar na carne. Como homem, Ele pôde experimentar o que é viver nesse mundo decaído, e pela Sua muita misericórdia, ele ofereceu a Si mesmo como sacrifício. Por isso, não temos um deus distante que só nos cobra perfeição. Pelo contrário, Ele morreu em nosso lugar, Ele muda nosso coração e nos dá o Seu Espírito, para que vivamos pela graça do seu amor!

Artigos Relacionados

A natureza de Deus,
  Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele...
A natureza de Deus, quinta-feira
  Antes, como Deus é fiel, a nossa palavra para convosco não foi sim e não.     2 Coríntios 1:18 Entre tantas maravilhas e tesouros...
A natureza de Deus, quarta-feira
  Tenha já fim a malícia dos ímpios; mas estabeleça-se o justo; pois tu, ó justo Deus, provas os corações e os rins.     Salmos 7:9...
A volta do Rei, terça-feira
  Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupisc...