E Débora, mulher profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo.    

Juízes 4:4 

  Ela assentava-se debaixo das palmeiras de Débora, entre Ramá e Betel, nas montanhas de Efraim; e os filhos de Israel subiam a ela a juízo.    

Juízes 4:5 

Depois da morte dos grandes líderes israelitas Moisés e Josué, Deus levantou juízes para governar o seu povo. Um desses juízes foi uma mulher chamada Débora. Embora naquela época as mulheres não fossem consideradas, esta mulher foi escolhida por Deus para julgar as causas do povo e o povo a reconheceu como uma líder. Muitas vezes em nossas vidas, podemos dizer: “Ah! Mas eu não posso fazer isso, eu sou muito pequeno, ou não serei aceito por aquela comunidade para fazer isso”. Mas quando Deus escolhe uma pessoa, Ele provê todos os recursos para que ela realize a obra que está no coração dEle. Porque a obra não é nossa, é de Deus. Então da próxima vez que Deus chamar você para fazer algo para o Reino dEle, não apresente desculpas, vá e faça. E assim você experimentará algo novo e o seu relacionamento com o Pai será muito mais profundo.

Artigos Relacionados

A amargura do povo de Israel, sábado
  Naqueles dias não havia rei em Israel; porém cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos.     Juízes 21:25  O estado israelita...
A amargura do povo de Israel, sexta-feira
  Lançai de vós todas as vossas transgressões com que transgredistes, e fazei-vos um coração novo e um espírito novo; pois, por que razão...
A amargura do povo de Israel, sexta-feira
  Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e...
A amargura do povo de Israel, quinta-feira
  Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.     Mateus 5...