2 Crônicas 6:18-31:

18 Mas, na verdade, habitará Deus com os homens na terra? Eis que os céus, e o céu dos céus, não te podem conter, quanto menos esta casa que tenho edificado? 19 Atende, pois, à oração do teu servo, e à sua súplica, ó SENHOR meu Deus; para ouvires o clamor, e a oração, que o teu servo faz perante ti. 20 Que os teus olhos estejam dia e noite abertos sobre este lugar, de que disseste que ali porias o teu nome; para ouvires a oração que o teu servo orar neste lugar. 21 Ouve, pois, as súplicas do teu servo, e do teu povo Israel, que fizerem neste lugar; e ouve tu do lugar da tua habitação, desde os céus; ouve pois, e perdoa. 22 Quando alguém pecar contra o seu próximo, e lhe impuser juramento de maldição, fazendo-o jurar, e o juramento de maldição vier perante o teu altar, nesta casa, 23 Ouve tu, então, desde os céus, e age e julga a teus servos, condenando ao ímpio, retribuindo o seu proceder sobre a sua cabeça; e justificando ao justo, dando-lhe segundo a sua justiça. 24 Quando também o teu povo Israel for ferido diante do inimigo, por ter pecado contra ti, e eles se converterem, e confessarem o teu nome, e orarem e suplicarem perante ti nesta casa, 25 Então, ouve tu desde os céus, e perdoa os pecados do teu povo Israel; e torna a levá-los à terra que lhes tens dado e a seus pais. 26 Quando os céus se fecharem, e não houver chuva, por terem pecado contra ti, e orarem neste lugar, e confessarem teu nome, e se converterem dos seus pecados, quando tu os afligires, 27 Então, ouve tu desde os céus, e perdoa o pecado de teus servos, e do teu povo Israel, ensinando-lhes o bom caminho, em que andem; e dá chuva sobre a tua terra, que deste ao teu povo em herança. 28 Quando houver fome na terra, quando houver peste, quando houver queima de seara, ou ferrugem, gafanhotos, ou lagarta, cercando-a algum dos seus inimigos nas terras das suas portas, ou quando houver qualquer praga, ou qualquer enfermidade, 29 Toda a oração, e toda a súplica, que qualquer homem fizer, ou todo o teu povo Israel, conhecendo cada um a sua praga, e a sua dor, e estendendo as suas mãos para esta casa, 30 Então, ouve tu desde os céus, do assento da tua habitação, e perdoa, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, segundo conheces o seu coração (pois só tu conheces o coração dos filhos dos homens), 31 A fim de que te temam, para andarem nos teus caminhos, todos os dias que viverem na terra que deste a nossos pais.
Salomão cobriu muitas áreas em sua oração: pecados contra outra pessoa; pecados contra Deus, que resultariam em ataques inimigos, escassez, seca e outros desastres. Em cada situação, ele pediu a Deus para ouvir as orações e perdoar. Algumas pessoas sentem como se os pecados delas fossem tão grandes que Deus não lhes pudesse perdoar. Mas nosso Deus está sempre pronto para perdoar todo e qualquer pecado. você pensa que Deus não o aceitará por causa de algumas de suas ofensas? Confesse-as agora e descanse seguro, porque “como o Oriente está longe do Ocidente, assim ele afasta para longe de nós as nossas transgressões” (Salmos 103:12).

2 Crônicas 6:12-17:

12 E pôs-se em pé, perante o altar do SENHOR, na presença de toda a congregação de Israel, e estendeu as suas mãos. 13 Porque Salomão tinha feito uma plataforma de metal, de cinco côvados de comprimento, de cinco côvados de largura e de três côvados de altura, e a tinha posto no meio do pátio, e pôs-se em pé sobre ela, e ajoelhou-se em presença de toda a congregação de Israel, e estendeu as suas mãos para o céu. 14 E disse: Ó SENHOR Deus de Israel, não há Deus semelhante a ti, nem nos céus nem na terra; que guardas a aliança e a beneficência aos teus servos que caminham perante ti de todo o seu coração. 15 Que guardaste ao teu servo Davi, meu pai, o que lhe falaste; porque tu pela tua boca o disseste, e pela tua mão o cumpriste, como se vê neste dia. 16 Agora, pois, SENHOR Deus de Israel, guarda ao teu servo Davi, meu pai, o que falaste, dizendo: Nunca homem algum será cortado de diante de mim, que se assente sobre o trono de Israel; tão-somente que teus filhos guardem seu caminho, andando na minha lei, como tu andaste diante de mim. 17 E agora, SENHOR Deus de Israel, cumpra-se a tua palavra, que disseste ao teu servo Davi.
Muitos se curvaram diante de Salomão, entretanto ele, o rei de Israel, se ajoelhou somente diante de uma pessoa: Deus. A palavra hebraica para ajoelhar é barak, que também signifi ca abençoar, bendizer. O ato de ajoelhar é um oferecimento de bênção. Os batistas do sétimo dia costumam se ajoelhar no culto nos momentos de oração, e, raramente, nos momentos de adoração. Lembremo-nos de curvar nosso coração quando adoramos a Deus. Você se ajoelhou recentemente durante sua oração particular? Você tem curvado seu coração a Deus?

Salmos 135:1-5:

1 LOUVAI ao SENHOR. Louvai o nome do SENHOR; louvai-o, servos do SENHOR. 2 Vós que assistis na casa do SENHOR, nos átrios da casa do nosso Deus. 3 Louvai ao SENHOR, porque o SENHOR é bom; cantai louvores ao seu nome, porque é agradável. 4 Porque o SENHOR escolheu para si a Jacó, e a Israel para seu próprio tesouro. 5 Porque eu conheço que o SENHOR é grande e que o nosso Senhor está acima de todos os deuses.
O Salmos 135 convoca o povo de Deus a louvá-lo, começando pelos sacerdotes no templo. Quando o templo foi concluído, os sacerdotes e o povo estavam semelhantemente livres para continuamente louvar a Deus. O verso 3 fi naliza com o termo hebraico naim, que signifi ca agradável, adorável, gracioso ou aprazível. Comentaristas discordam se esta palavra descreve Deus, o nome dele ou o ato do louvar. Para mim, não faz nenhuma diferença, uma vez que tudo isto é verdade. Como você descreveria Deus? Você o vê como gracioso? O nome dele é agradável e adorável para você? Louvar o nome dele lhe é uma experiência aprazível?

2 Crônicas 6:1-11:

1 ENTÃO falou Salomão: O SENHOR disse que habitaria nas trevas. 2 E eu te tenho edificado uma casa para morada, e um lugar para a tua eterna habitação. 3 Então o rei virou o seu rosto, e abençoou a toda a congregação de Israel, e toda a congregação de Israel estava em pé. 4 E ele disse: Bendito seja o SENHOR Deus de Israel, que falou pela sua boca a Davi meu pai; e pelas suas mãos o cumpriu, dizendo: 5 Desde o dia em que tirei a meu povo da terra do Egito, não escolhi cidade alguma de todas as tribos de Israel, para edificar nela uma casa em que estivesse o meu nome; nem escolhi homem algum para ser líder do meu povo, Israel. 6 Porém escolhi a Jerusalém para que ali estivesse o meu nome; e escolhi a Davi, para que estivesse sobre o meu povo Israel. 7 Também Davi meu pai teve no seu coração o edificar uma casa ao nome do SENHOR Deus de Israel. 8 Porém o SENHOR disse a Davi, meu pai: Porquanto tiveste no teu coração o edificar uma casa ao meu nome, bem fizeste de ter isto no teu coração. 9 Contudo tu não edificarás a casa, mas teu filho, que há de proceder de teus lombos, esse edificará a casa ao meu nome. 10 Assim confirmou o SENHOR a sua palavra, que falou; porque eu me levantei em lugar de Davi meu pai, e me assentei sobre o trono de Israel, como o SENHOR disse, e edifiquei a casa ao nome do SENHOR Deus de Israel. 11 E pus nela a arca, em que está a aliança que o SENHOR fez com os filhos de Israel.
Imagine esta cena: Salomão em pé, na entrada do templo, com suas mãos levantadas, louvando a Deus; o povo sobe, com temor e reverência, para contemplar a magnífi ca estrutura; Salomão se vira para estar de frente para as pessoas de forma que possa abençoá-las; depois, ele se ajoelha diante de Deus e dedica o templo (6:13). Que dia festivo deve ter sido! Agora, imagine a cena no céu: Jesus se levanta diante do trono e acena para os redimidos virem louvar a Deus; multidões se juntam e se curvam em adoração diante das maravilhas do céu e da magnifi cência de Deus, lançando suas coroas diante dele. Que dia radiante será quando o céu se tornará mais do que o visionamos!

1 Crônicas 28:20-21:

20 E disse Davi a Salomão seu filho: Esforça-te e tem bom ânimo, e faze a obra; não temas, nem te apavores; porque o SENHOR Deus, meu Deus, há de ser contigo; não te deixará, nem te desamparará, até que acabes toda a obra do serviço da casa do SENHOR. 21 E eis que aí tens as turmas dos sacerdotes e dos levitas para todo o ministério da casa de Deus; estão também contigo, para toda a obra, voluntários com sabedoria de toda a espécie para todo o ministério; como também todos os príncipes, e todo o povo, para todos os teus mandados.
“Sê forte e corajoso”. De Josué a Ezequias, Deus repetiu estas palavras. Davi passou estas palavras a Salomão, que estava diante de uma grande tarefa: não apenas construir o templo, mas liderar a nação de Israel. Indubitavelmente, ele tinha um grande exemplo em seu pai, Davi. Freqüentemente o medo nos apanha quando enfrentamos uma tarefa aparentemente insuperável. Porém, ser corajoso não signifi ca que não sofreremos a emoção do medo. Signifi ca que não sucumbiremos diante do desafi o, pois, apesar de nos sentirmos amedrontados, prosseguiremos. O que lhe causa temor? O que é o pior que poderia acontecer? O que é o melhor? Você está pronto para correr riscos?