2 Crônicas 34:8-18:

8 E no ano décimo oitavo do seu reinado, havendo já purificado a terra e a casa, enviou a Safã, filho de Azalias, e a Maaséias, governador da cidade, e a Joá, filho de Joacaz, cronista, para repararem a casa do SENHOR seu Deus. 9 E foram a Hilquias, sumo sacerdote, e deram o dinheiro que se tinha trazido à casa de Deus, e que os levitas, que guardavam a entrada tinham recebido da mão de Manassés, e de Efraim, e de todo o restante de Israel, como também de todo o Judá e Benjamim, e dos habitantes de Jerusalém. 10 E eles o entregaram aos que tinham o encargo da obra, e superintendiam a casa do SENHOR; e estes o deram aos que faziam a obra, e trabalhavam na casa do SENHOR, para consertarem e repararem a casa. 11 E deram-no aos carpinteiros e aos edificadores, para comprarem pedras lavradas, e madeiras para as junturas e para servirem de vigas para as casas que os reis de Judá tinham destruído. 12 E estes homens trabalhavam fielmente na obra; e os superintendentes sobre eles eram: Jaate e Obadias, levitas, dos filhos de Merari, como também Zacarias e Mesulão, dos filhos dos coatitas, para adiantarem a obra; e todos os levitas que eram entendidos em instrumentos de música. 13 Estavam também sobre os carregadores e dirigiam todos os que trabalhavam em alguma obra; e dentre os levitas havia escrivães, oficiais e porteiros. 14 E, tirando eles o dinheiro que se tinha trazido à casa do SENHOR, Hilquias, o sacerdote, achou o livro da lei do SENHOR, dada pela mão de Moisés. 15 E Hilquias disse a Safã, o escrivão: Achei o livro da lei na casa do SENHOR. E Hilquias deu o livro a Safã. 16 E Safã levou o livro ao rei, e deu-lhe conta, dizendo: Teus servos fazem tudo quanto se lhes encomendou. 17 E ajuntaram o dinheiro que se achou na casa do SENHOR, e o deram na mão dos superintendentes e na mão dos que faziam a obra. 18 Além disto, Safã, o escrivão, fez saber ao rei, dizendo: O sacerdote Hilquias entregou-me um livro. E Safã leu nele perante o rei.
Quando Safã trouxe para Josias o rolo recentemente descoberto, ele provavelmente pensou que era apenas uma curiosidade. Mas eles logo perceberam que este era um tesouro escondido. Nós vemos a Bíblia de muitas formas. Algumas pessoas acreditam que ela é obsoleta, outros pensam que é somente um livro de história. E há aqueles que vêem a Bíblia como a Palavra viva de Deus, capaz de mudar a vida deles e guiar os seus passos. Qual é a sua visão sobre a Bíblia? Ela é seu tesouro?

2 Crônicas 34:1-7:

1 TINHA Josias oito anos quando começou a reinar, e trinta e um anos reinou em Jerusalém. 2 E fez o que era reto aos olhos do SENHOR; e andou nos caminhos de Davi, seu pai, sem se desviar deles nem para a direita nem para a esquerda. 3 Porque no oitavo ano do seu reinado, sendo ainda moço, começou a buscar o Deus de Davi, seu pai; e no duodécimo ano começou a purificar a Judá e a Jerusalém, dos altos, e dos bosques, e das imagens de escultura e de fundição. 4 E derrubaram perante ele os altares de Baalins; e despedaçou as imagens, que estavam acima deles; e os bosques, e as imagens de escultura e de fundição quebrou e reduziu a pó, e o espargiu sobre as sepulturas dos que lhes tinham sacrificado. 5 E os ossos dos sacerdotes queimou sobre os seus altares; e purificou a Judá e a Jerusalém. 6 O mesmo fez nas cidades de Manassés, e de Efraim, e de Simeão, e ainda até Naftali, em seus lugares assolados ao redor. 7 E, tendo derrubado os altares, e os bosques, e as imagens de escultura, até reduzi-los a pó, e tendo despedaçado todas as imagens do sol em toda a terra de Israel, então voltou para Jerusalém.
O pai de Josias, Amom, descaradamente desobedeceu a Deus e foi assassinado quando Josias tinha oito anos de idade. Apesar deste inicio trágico em seu reinado, “nem antes nem depois de Josias houve um rei como ele, que se voltasse para o SENHOR de todo o coração, de toda a alma e de todas as suas forças, de acordo com toda a Lei de Moisés” (2 Reis 23:25 NVI). Indubitavelmente, os mentores e a mãe do jovem rei lhe aconselharam a buscar a Deus e a sua vontade. Aos vinte anos de idade, ele começou a purgar a nação da adoração de ídolos. O exemplo de Josias prova que apenas a idade não indica a maturidade de alguém. Jovens que aprendem a vontade de Deus podem fazer uma grande diferença na sociedade. Se você é jovem, não deixe que ninguém “o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fi éis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza” (1 Timóteo 4:12 NVI). Se você não é mais tão jovem, considere como poderia encorajar um jovem a fazer grandes coisas para Deus.

Lucas 24:44-49:

44 E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos. 45 Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. 46 E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos, 47 E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém. 48 E destas coisas sois vós testemunhas. 49 E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder.
A história da arca e do lugar no templo de Salomão pode parecer uma história antiga, irrelevante para a nossa vida hoje em dia. Todavia, as promessas da aliança de Deus não foram todas cumpridas no dia em que a arca foi colocada no seu lugar no templo. A consumação de todo o Antigo Testamento (a lei, os profetas e os salmos, verso 44) aconteceu através de Jesus Cristo. Por meio de Jesus temos a garantia de que nunca nos afastaremos para tão distante de Deus que o seu amor não possa nos alcançar. Cristo morreu por todos os nossos pecados, até mesmo por aqueles que achamos serem tão terríveis para se perdoar. Regozije-se hoje – Deus está sempre perto daqueles que se achegam a ele (Tiago 4:8).

Salmos 119:25-32:

25 A minha alma está pegada ao pó; vivifica-me segundo a tua palavra. 26 Eu te contei os meus caminhos, e tu me ouviste; ensina-me os teus estatutos. 27 Faze-me entender o caminho dos teus preceitos; assim falarei das tuas maravilhas. 28 A minha alma consome-se de tristeza; fortalece-me segundo a tua palavra. 29 Desvia de mim o caminho da falsidade, e concede-me piedosamente a tua lei. 30 Escolhi o caminho da verdade; propus-me seguir os teus juízos. 31 Apego-me aos teus testemunhos; ó SENHOR, não me confundas. 32 Correrei pelo caminho dos teus mandamentos, quando dilatares o meu coração.
“Quando estou derrotado e minha vida está por um fio, tu me reavivas por tua Palavra” (verso 25, paráfrase da autora). Todos nós passamos por momentos em que nossa vida parece sem esperança. Situações nas quais temos a impressão de não haver nenhuma saída e diante das quais não temos vontade de fazer nada. Mas há algo que reavivará nosso espírito: encontrar-se com Deus através de sua Palavra. Quando não temos vontade de ler a Bíblia é quando ela mais pode nos ajudar. Deixe que a Palavra de Deus – não os seus sentimentos – dite a sua saúde espiritual.

2 Crônicas 6:41-42:

41 Levanta-te, pois, agora, SENHOR Deus, para o teu repouso, tu e a arca da tua fortaleza; os teus sacerdotes, ó SENHOR Deus, sejam vestidos de salvação, e os teus santos se alegrem do bem. 42 Ó SENHOR Deus, não faças virar o rosto do teu ungido; lembra-te das misericórdias de Davi teu servo.
Você se lembra de ter lido estas palavras na semana passada no Salmos 132? Deus permitiu que a arca fosse trazida para o templo, e agora Salomão se lembrou da Palavra do Senhor. O que Deus lhe prometeu? Você tende a esquecer desses compromissos? Considere a idéia de ter um caderno de promessa e escrever nele qualquer promessa divina revelada pelo Espírito Santo em sua Palavra. Então você poderá relembrálas sempre que precisar, com a certeza da fidelidade de Deus.