Apesar de tudo, até muitos dos principais creram nele; mas não o confessavam por causa dos fariseus, para não serem expulsos da sinagoga. Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus.

João 12:42-43 

Ser discípulo de Jesus exige renúncia, entrega total e incondicional a Ele. O discipulado cambaleante e superficial não resiste nem mesmo às primeiras provações, a menos que a pessoa tenha uma decisão firme e consciente dos riscos envolvidos há de recuar, tão logo venham os obstáculos. As autoridades religiosas dos tempos de Jesus, em geral O admiravam: Ele tinha carisma, firmeza, ternura, falava com autoridade vinda dos céus, realizava milagres e tinha pleno domínio das Escrituras. Mas apenas essa “admiração” não foi suficiente para tomarem decisões firmes e comprometidas com o Senhor. Estavam imersos em uma cultura religiosa onde o status tinha peso em suas resoluções. João, autor do Evangelho citado hoje, conclui o desfecho: não faltou ensino, nem milagres ou evidência da veracidade das palavras de Jesus, mas eles fizeram uma escolha, a de amar mais a glória dos homens do que a de Deus.

Related Articles

Bem-aventurados os que não viram e creram
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram. João 20:29...
Bem-aventurados os que não viram e creram, sexta-feira
Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o...
Bem-aventurados os que não viram e creram, sexta-feira
Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o...
Bem-aventurados os que não viram e creram, quinta-feira
Pela fé José, próximo da morte, fez menção da saída dos filhos de Israel, e deu ordem acerca de seus ossos. Hebreus 11:22...