A oração é o único meio de você não perder contato com Deus. Isso porque entendemos com facilidade que manter um relacionamento com alguém é manter uma fala com esta pessoa. Quando alguém diz que perdeu contato com alguém é porque nunca mais falou com esse alguém. Parece absurda a ideia de pensarmos que o cristão seria capaz de perder esse contato. Mas isso é possível. As razões apresentadas são: vida muito ocupada, decepção ocasionada por pessoas ou situações, decepção devido ao fato de Deus não ter dito 'sim' e a percepção de que uma vida de oração confiante é coisa para super-crentes. No fundo sabemos que isso são apenas desculpas.

A última razão apresentada nesta pequena lista tem sido uma percepção bem comum. Parece que acreditamos que a eficácia da oração depende inteiramente de nós. De fato Tiago disse que a oração do justo "Muito pode, por sua eficácia". Mas está eficácia não tem como base o canal através do qual a oração encontra vazão (nós). Antes a eficácia da oração do justo está voltada para os tipos de resultados. Por exemplo, Tiago mencionou cura de pessoas enfermas, perdão de pecados, e até mesmo alterações climáticas. Perceba mais que, estes resultados destacados por Tiago não se baseiam num mero capricho da vontade humana. Todos os resultados, na realidade, estão alinhados com aquelas promessas contidas nos temos da Aliança. Isso reforça mais ainda a verdade de que Deus sempre sabe o que é melhor para nós.

Em adição a tudo isso, ainda quero destacar mais um fato importante. A oração da fé mencionada em Tiago 5:13-18, apresenta um quadro vívido de que não importa quão frágil é a pessoa que faz a oração, o resultado final sempre dependerá de Deus. Tiago disse que Elias foi um homem sujeito aos mesmos sentimentos que nós. Agora pense um pouco sobre isso. Será que Elias nunca pensou e desistir? Será que Elias nunca ficou confuso com o Deus estava fazendo? Será que ele não pensou em fugir dos problemas? A resposta para estas perguntas é sim. Se até Elias passou por isso, quanto mais nós! Agora, entenda que ressaltar esta característica de Elias como um homem frágil e limitado, não foi o principal objetivo de Tiago. Pois, de outra forma você poderá perder o zelo e fervor por uma vida mais piedosa, mais santa, mais dedicada. Quando a Bíblia faz menção de  nossas limitações, não é com o intuito justificar nossos fracassos. E sim com o intuito de promover nosso crescimento e dedicação. Tiago disse que mesmo Elias sendo quem era, orou ao Senhor e foi respondido. O que você está esperando? A vida de oração não nos diferencia, mas nos nivela! 

Artigos Relacionados

A personalidade do Espírito Santo, quarta-feira
  O Espírito do SENHOR falou por mim, e a sua palavra está na minha boca.     2 Samuel 23:2  Ao proferir suas últimas palavras, o...
A amargura do povo de Israel, sábado
  Naqueles dias não havia rei em Israel; porém cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos.     Juízes 21:25  O estado israelita...
A amargura do povo de Israel, quarta-feira
  1 VENDO Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, se não morro. 2 Então se acendeu a ira...
O povo de Deus e guerra interna, terça-feira
  ORA Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos, e ele tinha uma serva egípcia, cujo nome era Agar. E disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR...