Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos.

1 Coríntios 14:33 

Inegavelmente, o texto acima foi extraído de um capítulo da Epístola paulina que tinha a finalidade de orientar a ordem no Culto, visto que a Igreja de Corinto era acentuadamente desordenada em diferentes aspectos e segmentos de sua atividade. Entretanto, da substância essencial desse texto, pode-se concluir que todas as ações da Igreja devem ser pautadas por diretrizes seguras que propiciem ações bem organizadas.

Artigos Relacionados

Mantendo a casa do Pai asseada e em ordem (zeladoria), terça-feira
E os filhos de Gérson terão a seu cargo, na tenda da congregação, o tabernáculo, a tenda, a sua coberta, e o véu da porta da tenda da congrega...
O mordomo das coisas que pertencem a Deus (uma reflexão sobre o patrimônio da igreja)
E tomou o SENHOR Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. Gênesis 2:15  INTRODUÇÃO    Existem líderes,...
O mordomo das coisas que pertencem a Deus (uma reflexão sobre o patrimônio da igreja), sábado
Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos. 1 Coríntios 14:33  Inegavelmente, o texto acima foi...
O mordomo das coisas que pertencem a Deus (uma reflexão sobre o patrimônio da igreja), sexta-feira
Fazei a soma dos filhos de Coate, dentre os filhos de Levi, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais; Da idade de trinta anos para cima at...