E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.    

Mateus 25:40

Um comentário oportuno, da Bíblia de Estudo de Genebra, para o verso em questão, diz assim: Os pais são incumbidos de cuidar da mente, das emoções e do corpo das crianças, portadoras da imagem de Deus. Desse modo, os filhos não nascem para o prazer ou benefício dos pais, mas os pais existem para os filhos – para ajudá-los a tomar posse de sua própria personalidade perante Deus. Por isso a necessidade de um comprometimento com nossos filhos. É possível que os pais provoquem a ira nos filhos quando: a) não despendem tempo para eles; b) quando não se comunicam adequadamente; c) quando a disciplina não vem acompanhada de amor; d) quando os pais não se respeitam; e) quando não ensinam os seus filhos sobre o amor de Deus. Amém! Feliz Sábado a todos.

Artigos Relacionados

O comprometimento do cristão com as leis, quarta-feira
  Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espí...
O comprometimento do cristão com as leis, terça-feira
  Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o...
O comprometimento do cristão com as leis, segunda-feira
  Oh! quão doces são as tuas palavras ao meu paladar, mais doces do que o mel à minha boca.     Salmos 119:103  . Quando Deus...
O comprometimento do cristão com as leis, domingo
  Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou...