Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.    

Salmos 119:11 

Por ter nascido num lar cristão, como filha de pastor, cresci frequentando a Escola Bíblica Sabatina todos os sábados. Recordo-me de uma época em que a professora era a minha tia. Ao completarmos 7 anos, quando se iniciava nossa alfabetização escolar, recebíamos a 1ª Bíblia, diante de toda a igreja, e a partir deste momento, precisávamos decorar um versículo para apresentar à igreja. Este foi o meu. Como criança, sapeca que era, pensava que o termo esconder tinha algo a ver com perigo ou travessura, que não podia ser visto por todos, e não me atrevi a expor minha compreensão equivocada, por medo de reprimendas. Hoje, com a NVI, que substituiu esconder por guardar, fica clara a importância desta Palavra! Como um tesouro, exclusivo, único, guardado e consultado continuamente para ser nosso guia diário da vontade do nosso Pai, orientando-nos, permitindo-nos ver com os olhos da fé o nosso semelhante, alvo do amor de Deus.

Artigos Relacionados

A inerrância bíblica, terça-feira
  HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho...
A inspiração da Palavra II
  O Espírito do SENHOR falou por mim, e a sua palavra está na minha boca.     2 Samuel 23:2  INTRODUÇÃO    Alguns já afirmaram...
A inerrância bíblica, domingo
  A tua palavra é a verdade desde o princípio, e cada um dos teus juízos dura para sempre.     Salmos 119:160  Percebemos neste vers...
A inspiração da Palavra II, sábado
  Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por...