Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis.    

2 Coríntios 8:9 

No cenário religioso de nossos dias é de praxe muitos líderes eclesiásticos descontextualizarem versículos da Bíblia a fi m de criar doutrinas falsas, alegando serem bíblicas. Certa vez, ouvi um sermão televisivo entregue por um renomado bispo brasileiro, no qual usava o presente texto como confirmação para a sua “teologia da prosperidade”. Infelizmente, milhares de expectadores ouviram que Jesus era “rico” literalmente e “empobreceu”, para fazer-nos, financeiramente, ricos. Qualquer pessoa sincera de coração pode perceber que o texto se refere à riqueza espiritual – vida santa com Deus, e pobreza espiritual – afastamento de Deus pelo pecado. Jesus, sendo rico espiritualmente tornou-Se pecado por nós e, assim, nos conduziu em direção às riquezas da presença do Pai Eterno. Tal conceito é simples de se entender e nos traz o desejo de entesourarmos para a eternidade e não mais para as incertezas do presente século.

Artigos Relacionados

O comprometimento com Deus, sábado
  E eu já não estou mais no mundo, mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que...
As alianças divinas
  Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes...
As alianças divinas
  Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes...
O Pai, sábado
  O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.     Romanos 8:16 Vejam a preocupação de Deus com aqueles...